Lição de hoje: Mais vale um cabeleireiro…

Gente, que tristeza acontecer isso comigo bem na semana do reveillon…

Ontem, após ficar off, fui à casa de uma amiga que estava sozinha. Hosts viajando, perfeito para um jantarzinho mais à vontade, um filminho e… fazer luzes e progressiva no cabelo!

Já estou aqui há quase 6 meses, minhas raízes começaram a incomodar e eu tinha um pouco do produto da progressiva que minha cabeleireira brasileira usa. Aliás, muito obrigada Lu!!!

Bom… e as luzes foi o seguinte: uma noite no Brazen Fox, bar em White Plains (cidade aqui perto onde saímos quando não vamos para Manhattan), uma amiga contou que faz luzes nela mesma, comprando aqueles kits prontos e me mostrou as que fez em outro cabelo. Olhei e achei o resultado muito bom! Mas ok, ela manja.

Eu então pedi a outra amiga que me ajudasse – a de ontem -, mas ela me avisou: nunca tinha feito luzes em outra pessoa. Só que como ela já ia me ajudar com a progressiva – que seria a parte mais fácil – e a progressiva em cabelos virgens – no caso mais de um palmo de raiz virgem – não pega tão bem, e já que eu precisava dar um jeitão nessa raiz, por que não?

Fiquei off às 7h da noite, atrasada pois minha kid estava vomitando, peguei o carro, dirigi 20 minutos na neve até a Target, escolhi um kit da L’oreal que já vem completinho (não saiu mais de 10 dólares) e cheguei na casa dela 9h da noite. Bem tarde para fazer tudo o que tínhamos que fazer – levando também em consideração que eu tinha que trabalhar hoje às 7h -, mas beleza, era por uma boa causa.

Depois de jantarmos, conversarmos e rirmos a lot, chegou a hora de abrir o kit. Perfeito, vinha com a touca, as misturas, o passador, puxador, tudo bonitinho. Mas o primeiro empecilho já começou logo na primeira puxada. Trata-se de uma touca de segunda categoria, eu diria, e minha amiga também nunca tinha feito isso. Cabelo embaraçado, fios vindo aos montes pela metade… mas ela foi concertando e finalmente depois de pronto, passou a tinta descolorante nas mechas.

Aí foi onde eu mais errei. Meu cabelo natural é loiro escuro, deveria ter deixado o produto agir por apenas 20 minutos, no máximo 30, mas ficou por 40, quase 45. Tudo bem, outro fator foi que outra amiga me ligou bem na hora e começamos a conversar sobre as férias de abril, viagens, me distrai, quando vi, corri pro banheiro e… susto!

Meu cabelo estava quase branco!!!! Muito mais claro do que eu queria. Ai que burra, pensei comigo mesmo, faço luzes há anos e fui dar uma dessas. Nó, super difícil de desembaraçar, duro, caiu aos tonéis (meu cabelo já é bem fininho, fácil de quebrar), e todo manchado em cima. Uma tristeza!

A progressiva rolou legal após eu tirar todo o produto das luzes com muito sacrifício (grudou pedaços da touca no meu cabelo, tivemos que cortar com tesoura, um emaranhado de nós, um horror).

Agora tenho poucas opções. Continuar com o cabelo assim? Fora de cogitação. Gastar uma fortuna com algum cabeleireiro aqui e consertar? Provável. Comprar uma tinta “dark” e passar por cima? Hum… até que não seria má idéia. Ou deixo minha host fazer luzes escuras em mim para esconder um pouco o loiríssimo? Sim, ela acabou de falar que sabe como fazer, pois já fez em algumas amigas. Bem, no momento estou enviando um email para minha cabeleireira no Brasil e vamos ver o que ela me aconselha…

De tudo isso acho que a lição é a seguinte: Alguma utilidade tem, pro bem ou pro mal. Até que se você confiar e tiver um cabelo resistente, pode ser válido, pois já vi bons resultados com esse kit caseiro. Mas tem que saber fazer, pois não é tão simples quanto parece – minha amiga “penou” e meu cabelo também não ajudou! (E não esqueçam do time pelo amor de Deus rs). Obviamente para mim o resultado não foi satisfatório, mas para outros é razoável. Essa foi a primeira vez que tentei fazer algo do tipo em casa, pois assumo ser super cuidadosa com meu cabelo. Mas levando em consideração que um cabeleireiro bom nos Estados Unidos é muito muito caro e nosso salário de Au Pair não da pra nada, resolvi arriscar. Agora vou começar uma pesquisa pra ver como resolvo isso. Vai ser triste se tiver que passar o reveillon desse jeito, pois não sei se meu cabelo aguenta mais uma química assim na sequência. Enfim.

Galera, já sabem, cuidado com os kits de luzes, é facinho de manchar e não bobeiem no tempo de ação. Feliz 2011 para todos, com cabelo bonito ou não, hehehe

Eu tirando sarro de mim mesma – pena que a iluminação não permite que a cor do meu cabelo (realmente quase branco agora) seja vista como realmente está:

ANTES
DEPOIS
ANTES
DEPOIS
ANTES
DEPOIS
Anúncios

2 comentários

  1. oi
    eu ja fiz luzes 2 vezes eo loiro estar com varias tonalidades , gostaria de saber se eu pintar de vermelho o vermelho tambem vai ficar com varias tonalidades ?

    • Então Joice, se você está com várias tonalidades é bem provável que a tinta vermelha pegue diferente em cada parte. Eu tava com esse problema também e depois de tanto pensar e pedir opiniões acabei decidindo ir no cabeleireiro mesmo para arrumar, e mesmo assim, quando já fizemos mil e uma coisas em casa, às vezes nem ele consegue arrumar, rsrsrs. Mas pelo menos ele saberá deixar agir o tempo certo em cada parte e qual tonalidade passar para cobrir o todo. De qualquer maneira, vá em alguns salões e faça a pesquisa, nada como uma ajuda profissional né, nem que seja para te dar uma luz de como fazer em casa… Boa sorte!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s